Militares voltarão a atuar na Amazônia para tentar conter desmatamento



O vice-presidente Hamilton Mourão anunciou nesta sexta-feira (11) que os militares voltarão a atuar na Amazônia a partir da próxima semana para tentar conter o avanço do desmatamento na região.

Mourão disse a jornalistas que o presidente Jair Bolsonaro autorizou uma operação de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) mais enxuta, que vai durar dois meses e custará R$ 50 milhões.

“Está autorizada pelo presidente. Conversei com o presidente ontem [quinta-feira (10)]. Ele autorizou, já estamos fechando o planejamento. Falei com o ministro Paulo Guedes [Economia]. O recurso, em torno de R$ 50 milhões para fazer isso aí pelos próximos dois meses, ele disse que isso aí não é problema. Então, agora, a gente precisa fechar onde vai ser a principal área de operações”, disse Mourão.
Leia mais (06/11/2021 – 11h20)

Fonte do link