Metade dos parlamentares mineiros deve seguir Jair Bolsonaro


Pelo menos metade da bancada mineira do PSL na Câmara dos Deputados deve seguir o presidente Jair Bolsonaro e sair do partido para criar uma nova legenda, a Aliança pelo Brasil.

São eles: Cabo Junio Amaral, Léo Motta e Alê Silva. Na Assembleia Legislativa devem seguir esse caminho Bruno Engler e Coronel Sandro. Eles agora começam a recolher assinaturas para a criação da nova sigla.

E, no final do ano, devem ser decididos os nomes dos presidentes estaduais da agremiação. Nos bastidores é ventilado Cabo Junio Amaral para o posto em Minas.

Fonte do link