Mais de 360 ligações atendidas pelo TeleCovid


Todos os dias, a enfermeira e referência técnica da saúde Fabrícia Soares Freire Pugedo,  sai de casa pela manhã, deixa o marido e a filha de 7 anos e segue em direção ao trabalho. O café da manhã já não é mais com a família: às 7h, depois de compartilhar a primeira refeição do dia com outros colegas, ela começa seu expediente na central de atendimento criada pela Prefeitura de Betim – o TeleCovid –, que faz parte das ações do plano de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus criado no município.

E assim, até às 19h30, ela passa o dia atendendo chamadas, tirando dúvidas da população e orientando os profissionais da área de saúde quanto ao fluxo assistencial e ao manejo clínico. “Minha família precisa de mim, mas acredito que, em cada fase da vida,  algo fala mais alto. Quando escolhemos essa profissão, é por amor, por querermos fazer o bem para o próximo. Então, por mais desgastante que possa ser, estou bem realizada em servir essas pessoas, que realmente precisam de suporte”, afirmou.

E, de acordo com Fabrícia, que também é coordenadora do TeleCovid, o sentimento não é exclusivo dela. A equipe multiprofissional está empenhada em fazer seu melhor para tentar minimizar os danos da Covid-19. 

“As dúvidas da população não estão restritas a sintomas. Muitos ligam querendo saber sobre a distribuição do álcool em sua região, sobre o que pode e o que não pode abrir no comércio, sobre a ajuda de custo para as famílias que têm alunos matriculados, por exemplo”, detalhou.

O empenho da equipe se reflete nos números do primeiro balanço, realizado na última quarta-feira (1°): apenas nesta primeira semana de atendimento, o TeleCovid já registrou mais de 360 chamadas. Desse total, 73% foram sobre dúvidas aleatórias da população; 18% vieram de pessoas com sintomas; e 9%, de profissionais de saúde querendo discutir casos ou pedindo orientações. “Diante de todo esse caos, de tanta incerteza, as pessoas estão buscando informações precisas, de uma fonte confiável. Ficamos felizes em prestar esse serviço e podermos fazer um trabalho que realmente faz diferença na vida das pessoas. Às vezes, quando não sabemos a resposta para a pergunta, anotamos o número, pesquisamos e retornamos o mais breve possível”, finalizou.

O TeleCovid
Idealizada pelo prefeito Vittorio Medioli, a central de atendimento foi estruturada em menos de uma semana. Ao todo são dez linhas disponíveis, 24 horas por dia, operadas pelas secretarias de Ouvidoria e de Saúde. Os profissionais estão aptos a orientar a população quanto aos sintomas da Covid-19, quais cuidados tomar, quando e onde realmente buscar ajuda médica. Os trabalhadores da área da saúde também podem usar o canal para tirar possíveis dúvidas.

Fonte do link

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × um =