Maioria dos executivos se imagina trabalhando em startups no futuro, indica pesquisa

0
28
Gostou do post?


A maior parte dos gerentes e diretores de empresas se imaginam trabalhando em uma startup no futuro, de acordo com levantamento  feito com cerca de 1.000 executivos feita pela empresa de recrutamento Michael Page

Na pesquisa, 9 em cada 10 dos respondentes disseram que poderiam deixar o ambiente corporativo e trabalhar em uma startup no futuro.

Além disso, 7 em cada 10 dos executivos participantes estão dispostos a abrir mão de parte do salário para ter horário mais flexível e melhor qualidade de vida.

A enquete foi feita online, respondida por profissionais que já foram entrevistados para participar de processos seletivos gerenciados pela consultoria.

Genis Fidelis, gerente da Michael Page, diz que, a disposição de muitos para trabalhar em empresas novas está associada a promessa que elas fazem de um trabalho com horários menos rígidos, estruturas menos amarradas e possibilidade de crescimento —mesmo que isso tudo muitas vezes não seja a realidade de muitas dessas companhias novatas.

“Nunca os profissionais se importaram tanto com a marca própria. Eles querem que a empresa trabalhe em função deles, não eles em função da empresa. A startup passa a ideia de que se é dono de sua própria carreira”, diz.

Por outro lado, Fidelis reconhece que a probabilidade de um profissional com altos salários trocar uma empresa grande por uma startup é maior entre os mais jovens.

“Os executivos mais seniores, mesmo respondendo que se veem na startup no questionário, quando tiverem uma proposta, vão levar em conta a estabilidade que têm, o plano de previdência que a empresa oferece.”

Segundo ele, startups têm se interessado mais por profissionais experientes conforme crescem e suas equipes aumentam. Isso porque passam a precisar de pessoas que saibam gerenciar grupos maiores e que tragam uma visão de longo prazo.

Fidelis diz que a busca de startups por executivos a partir do serviço da Michael page aumentou 50% neste ano em relação ao ano passado.

 

Empreendedores trabalham durante programa de aceleração de startups do Google em San Francisco. (divulgação)

 

Fonte do link

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook