Katherine Knight: a canibal do amor – BASEADO EM FATOS REAIS



Ser pioneiro na aplicação de uma pena inédita é um tipo de proeza. Significa que a maldade cometida foi tão grande, tão abominável, que um castigo, até então não utilizado por ser duro demais, mereceu uma estreia. Katherine Knight sentiu o desprazer de ser a precursora de um caso dessa estirpe na Austrália. Ela foi a primeira mulher a ser condenada à prisão perpétua sem opção de liberdade condicional no país.
Essa mulher, como você irá ver, entrou num hall de criminosos comprovadamente mórbidos. Sua condenação, ao que tudo indica, aparenta ser justa. Mas é você que irá lugar isso no fim do vídeo.
A história dela envolve assassinato, canibalismo, decapitação e muito, mas muito mais. A partir de agora, você irá conhecer todas as minúcias do crime bárbaro cometido por Katherine Knight. Isso, é claro, se você tiver estômago para aguentar. O conteúdo que iremos trazer é forte. Daquele tipo que embrulha o estômago.

Link original