Karol Conká diz que toda a raiva contra ela deveria se centrar em Jair Bolsonaro


Seja na vida antes ou depois do tombo, o que não sai das costas é a “mochilinha da responsa”. É o peso que a rapper Karol Conká, que canalizou todo o ódio nacional após sua ruidosa passagem pelo Big Brother, diz que toda pessoa negra carrega no país.
“É algo transparente, que só preto enxerga. Você não pode errar, não pode encostar na prateleira, senão vão achar que está roubando”, diz a cantora. “Quando essa diva sai do trilho, você vê que não existe esse acolhimento todo.”
Ela saiu dos trilhos neste primeiro semestre. Diante das câmeras, protagonizou rusgas com Lucas Penteado, Arcrebiano e Carla Diaz, outros dos participantes do reality -algumas chegaram a ser consideradas abuso psicológico. Foi defenestrada do programa com rejeição recorde de 99,17% e sofreu linchamento nas redes sociais, xingada de macaca, feia e criança.

Leia mais (06/08/2021 – 00h01)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários