Justiça decreta a prisão de homem suspeito de matar mãe e filho no Ipiranga


A Justiça Mineira decretou, na manhã desta quinta-feira (31), a prisão preventiva  do ex-empresário Paulo Henrique da Rocha, 33 anos, que está foragido, principal suspeito de matar Tereza Cristina Peres de Almeida, 44 e Gabriel Peres Mendes de Paula, 22 anos.

As vítimas foram assassinadas quando voltavam da academia na segunda-feira (29) no Bairro Ipiranga, região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a polícia, “a medida se justifica por ser essencial para as investigações”.

Corpos de mãe e filho são velados nesta manhã na capital mineira. Após a morte da ex e do filho dela, o principal suspeito desapareceu.

A polícia informou que as investigações continuam e, mesmo que a prisão ainda não tenha sido deferida, equipes do Núcleo Especializado na Investigação de Feminicidio continuam a procura de Paulo Henrique da Rocha.

Tereza e o filho foram mortos a tiros na noite de segunda, no bairro Ipiranga, região Nordeste. Segundo a família, o ex-companheiro da vítima não aceitava o fim do relacionamento. O momento dos disparos foi flagrado por câmeras de monitoramento.

Ao todo, vítima solicitou três medidas protetivas. A Justiça negou o pedido de prisão preventiva do homem em março deste ano.

Fonte do link