João Moreira Salles cria fundo mantenedor e se afasta da Piauí

O empresário e documentarista João Moreira Salles, fundador da revista Piauí, lança nesta quinta (6) o Instituto Artigo 220, que passará a manter a publicação. Com isso, ele inicia um processo de afastamento, assumindo uma cadeira no conselho editorial da nova entidade.

O instituto vai controlar um fundo patrimonial, constituído a partir de uma doação do próprio Salles, de R$ 350 milhões. O valor anual para a revista deverá ficar na faixa de R$ 10 milhões ou R$ 12 milhões -a partir dos rendimentos, não do principal, visando manter intacto o fundo.

“Essa nova estrutura garante a perenidade da revista”, diz Salles. “Dadas as inseguranças econômicas e políticas que cercam a atividade jornalística, não só aqui, mas em toda parte, isso tem importância.”

Acrescenta: “Jornalismo é parte da infraestrutura cívica de um país. Faz sentido, portanto, criar bens públicos que fortaleçam essa infraestrutura. A nova configuração da Piauí deve ser entendida dessa forma”.
Leia mais (10/06/2021 – 20h04)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários