Itália exige passaporte sanitário para professores e no transporte público



A partir de 1º de setembro, professores, alunos e usuários de transporte público na Itália terão de apresentar um passaporte sanitário para continuar suas atividades, segundo um decreto publicado nesta quinta-feira (5).
Leia mais (08/05/2021 – 19h52)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários