Índices de confiança desaceleram e explicam perda de fôlego da retomada

Os Índices de Confiança de Serviços e do Comércio voltaram a cair no resultado de setembro de 2021, após um período de forte recuperação daquele momento crítico da pandemia, na virada do primeiro para o segundo trimestre deste ano, quando as medidas restritivas voltaram. Apesar da trajetória parecida nos últimos meses, os resultados sugerem algumas diferenças entre os dois setores.

Pelo lado do comércio, a recuperação vinha sendo muito influenciada pela percepção de melhora da demanda, com as flexibilizações das medidas restritivas, efeito do avanço da vacinação. Porém, desde agosto, já começavam a surgir sinais de desaceleração desse ritmo de retomada, e os empresários se mostraram mais cautelosos na avaliação sobre as expectativas.
Leia mais (10/09/2021 – 15h00)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários