Indicado para o Nobel da Paz diz que a ciência deve coordenar as ações

Alysson Paulinelli, ex-ministro da Agricultura, foi oficialmente indicado para o Prêmio Nobel da Paz. Em fevereiro e em março, o comitê norueguês do Nobel faz uma seleção de todos os indicados e, a partir daí, trabalha com uma lista pequena. Em outubro, delibera sobre o vencedor, que será contemplado em dezembro, em Oslo, na Noruega.

Nesta terça-feira (26), o comitê organizador da indicação de Paolinelli apresentou o número de entidades e de academias que participaram dessa indicação.

Foram 119 cartas de indicação, que vieram de 24 países. Os dados mostram, ainda, a indicação feita por 51 academias e 41 entidades ligadas ao agronegócio.

O ex-ministro afirmou nesta terça-feira que o país precisava de uma agricultura voltada para os trópicos na década de 1970, com o objetivo de sair da dependência externa de alimentos.
Leia mais (01/26/2021 – 23h15)

Fonte do link