Independência e morte: máscaras entram na guerra cultural



A imagem dos rostos sorridentes era assustadora. Com raras exceções, não se via máscaras cobrindo o rosto das pessoas que encheram um auditório com capacidade para 3.000 em Phoenix, no Arizona, na terça-feira (23), para mais um comício de Donald Trump.

O Arizona está batendo recordes de contaminação por coronavírus e o governo estadual não tem capacidade de aplicar testes em larga escala. O sistema hospitalar do estado está perto do esgotamento.

Phoenix foi a segunda parada de Trump na volta à estrada em campanha desde o início da quarentena em março. No sábado (20), Trump esperava dezenas de milhares de seguidores no estádio de Tulsa, em Oklahoma, e teve que se contentar com 6.200, a maioria recusando a oferta de máscaras feita pelos organizadores.
Leia mais (06/24/2020 – 23h15)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 − 1 =