Impasse por causa de buzina de trem gera multa de R$ 2 milhões no interior de São Paulo

As concessionárias Rumo e Rumo Malha Paulista foram condenadas pela Justiça Federal a pagar multa de R$ 2 milhões por causa das buzinas acionadas de madrugada pelos trens que atravessam Jales e outros municípios do noroeste do estado de São Paulo. O Ministério Público Federal move processo contra as concessionárias pelo barulho há quase dez anos.

A Rumo, porém, afirma que o acionamento da buzina é uma obrigação legal imposta à empresa. Procurada pelo Painel S.A., diz também que não foi notificada e que a competência para legislar sobre transporte ferroviário é da União, portanto, não é possível adotar regulamentações diferentes sobre uma atividade que percorre o país.
Leia mais (07/05/2021 – 18h54)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários