Igreja da Boa Viagem mostra a fiéis resultado das obras


A conclusão de uma etapa de restauração da Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, em Belo Horizonte, será apresentada hoje aos fiéis, às 18h, em missa celebrada pelo arcebispo metropolitano dom Walmor Oliveira de Azevedo. Os trabalhos duraram seis meses e incluíram os restauros dos elementos artísticos do presbitério (onde o padre celebra a missa) e da cúpula do transepto (galeria transversal da igreja).

Entre as melhorias executadas estão a complementação das perdas do reboco original, reintegração das cores das paredes, limpeza, substituição de vidros quebrados e reparação das áreas estufadas nos vitrais. No altar-mor, houve também tratamento de fissuras e polimento.

“O objetivo do restauro foi o de resgatar a integridade física e a estética original dos elementos artísticos integrados e das pinturas das paredes do interior do templo nas áreas do presbitério e da cúpula do transepto, que se encontravam muito degradados e descaracterizados”, afirma a gerente de restauro da Associação Pró Obras Sociais da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, Andressa Vaz de Melo.

Na celebração de hoje, as cortinas diante do presbitério serão abertas para revelar aos fiéis o resultado do trabalho. “A expectativa é que o pessoal possa vir e celebrar conosco”, diz o padre Jésus Neres de Souza, sacramentino e vigário paroquial da Boa Viagem.
O restauro do santuário ocorre por etapas. A próxima fase vai contemplar a restauração dos elementos artísticos integrados da nave da igreja e deve ser iniciada neste semestre.

Financiamento

Legislação. As obras são realizadas a partir de doações de pessoas físicas e jurídicas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e de doações espontâneas de paroquianos e amigos da paróquia

Fonte do link