Hulk coloca projeto do Galo como um dos motivos para fechar com clube


A sexta-feira (5) foi movimentada na Cidade do Galo com a apresentação do atacante Hulk e o anúncio da contratação do lateral-esquerdo Dodô. Hulk, apresentado pela manhã, já treinou com o grupo, mas só pode estrear no Campeonato Mineiro, porque o prazo para inscrições de jogadores no Brasileirão acabou.

O projeto do Atlético para as próximas temporadas foi citado pelos dois novos reforços como um dos motivos pelo qual escolheram vestir a camisa do clube. Hulk comentou como foi o processo de contratação, que teve a primeira sondagem no segundo semestre de 2020.

“Primeira conversa foi há sete meses. Falaram com o Nuno, meu empresário, que queriam apresentar um projeto. Só que a gente falou que a gente ia esperar um pouco, que eu estava focado nas competições na China. Depois que acabaram as competições, que eu tava de férias, retomamos as conversas. Graças a Deus, chegamos a um acordo, um projeto que eu sempre falo, um projeto excepcional. Com certeza, vai ser assim para outros jogadores que estão para chegar para unirmos as forças e darmos o melhor”, afirmou Hulk. 

A contratação de Hulk foi a primeira desde o início da gestão de Sérgio Coelho e também do diretor de futebol Rodrigo Caetano, que assumiu o cargo em janeiro depois da saída de Alexandre Mattos. O novo dirigente, que gosta de enfatizar a “descrição” do seu trabalho, falou sobre Hulk ter aprovado o planejamento do Galo.

“Agradeço principalmente a você Hulk, a seus apoiadores, seu staff, por atender o nosso convite, por atender e interpretar bem o nosso projeto. Isso é importante. Você é um jogador internacional, que por onde passou foi campeão e tinha a condição agora, nesse momento da sua carreira, de tomar essa decisão então isso que você sinaliza para o mercado, a gente espera que mais atletas que venham a chegar aqui, interpretem também. Que eles vejam o grande projeto, um projeto sólido, que vem a ser um vencedor”, afirmou o diretor de futebol.

Antes da apresentação do jogador, o presidente do Galo enfatizou o trabalho que foi feito para contratar o atleta.

“Houve um esforço muito grande, um sacrifício para que pudéssemos contratar você. Esperamos que você faça um grande trabalho no Atlético, como você fez em todos os clubes que você passou. Inclusive, por onde passou, foi campeão. E será aqui também”, disse Sérgio Coelho. 

O atacante defendeu o Brasil na Copa do Mundo de 2014 e foi revelado pelo Vitória, ficou pouco tempo no Brasil e logo se transferiu para o Japão. Foi em 2004 que o jogador foi para o Kawasaki Frontale, do Japão. No país, Hulk também passou pelo Consadole Sapporo e Tokyo Verdy.

Hulk chegou no futebol europeu pelo Porto, de Portugal, em 2008. Também vestiu a camisa do Zenit, da Rússia, antes de voltar ao futebol asiático, em 2016, pelo Shanghai SIPG, da China, de onde saiu em 2020.

 

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários