Homem com suspeita de coronavírus foge do hospital Mater Dei, em BH


Um homem de 44 anos que está com suspeita de novo coronavírus fugiu na madrugada deste sábado (14) do hospital Mater Dei, no bairro Santo Agostinho, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ele aguardava os exames que poderiam diagnosticá-lo com a doença.

A unidade precisou fazer um boletim de ocorrência, já que se trata de um risco à saúde pública. Segundo a Polícia Militar (PM), o paciente regressou de uma viagem à Alemanha no dia 6 de março.

No dia 9, ele começou a apresentar sintomas gripais, e no dia 11, estes se agravaram, com relatos de tosse, coriza, dor de garganta e fraqueza. Mas apenas nessa sexta-feira (13) ele procurou o hospital.

Já no começo da madrugada deste sábado, após realizar os exames que podem diagnosticá-lo com a Covid-19, os funcionários constataram a sua ausência.

A suspeita é que ele tenha arrancado a pulseira identificadora e saiu pela portaria, como se fosse um visitante. Antes de sair, ele havia comentado que tem crise de pânico e ansiedade, e estava muito desconfortável com a situação.

A reportagem de O TEMPO entrou em contato com o Mater Dei para falar sobre o caso, e aguarda retorno.

Casos

Belo Horizonte tem, até o momento, quatro pacientes confirmados com a doença, e Minas Gerais tem oito ao total.

Entretanto, de acordo com o último boletim da Secretaria de Estado Saúde (SES), há quatro casos diagnosticados com a doença, em Juiz de Fora, Patrocínio, Divinópolis e Ipatinga.

Fonte do link