Governo gaúcho muda bandeira de risco para permitir retorno às aulas presenciais



Um dia depois da decisão unânime no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul definindo que aulas presenciais não poderiam voltar no estado enquanto a bandeira preta do modelo de Distanciamento Controlado estivesse em vigência, o governador Eduardo Leite (PSDB) anunciou a mudança de todas as regiões do estado para bandeira vermelha a partir da meia-noite de quarta (28).

As bandeiras -quatro no total- definem o grau de risco de cada região do estado e são definidas por monitoramento semanal, com divulgação às sextas-feiras. O site oficial do plano mostra que, na semana de 27 de abril a 3 de maio, todas as regiões do estado estariam sob a bandeira preta, a mais restritiva e que indica cenário de maior risco de contágio.

O decreto foi publicado na noite desta terça-feira (27) em edição extra do Diário Oficial do Estado e determina que as aulas presenciais estão permitidas em todos os níveis de educação a partir desta quarta. No entanto, segundo o governo estadual, o retorno às aulas não é obrigatório e pode ser definido pelos pais e responsáveis pelos alunos. Os estudantes que optarem por continuar em casa terão de seguir as atividades do ensino remoto.
Leia mais (04/27/2021 – 21h05)

Fonte do link