Governo cria tabela de preços para compras da Microsoft



O governo federal vai padronizar os preços para compra de produtos de TI (Tecnologia da Informação). O objetivo é gerar uma economia de cerca de 35%.

Na sexta (27), a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia publicou o primeiro catálogo com preços máximos que poderão ser cobrados em licitações de produtos da Microsoft. Os gastos com a empresa chegaram a R$ 1 bilhão no período de 2012 a 2018.

Todos os 217 órgãos do governo deverão seguir os preços do catálogo, que será atualizado a cada seis meses.

Para chegar aos valores, membros ?do ministério e da Controladoria-Geral da União estão desde maio rastreando os valores cobrados nas licitações de TI. O catálogo foi criado com base no menor preço praticado pela Microsoft. 

Com a padronização, o governo vai pagar o teto estipulado no catálogo, independentemente do volume da compra. 
Leia mais (09/29/2019 – 20h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × um =