Google e Facebook entregam documento de apoio à reforma tributária


 
Vida real Gigantes da tecnologia, como Google, Facebook e Microsoft, entregaram nesta terça (11) ao relator Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) documento apoiando a unificação de cinco tributos sobre o consumo, como previsto na reforma tributária da Câmara. Acusadas de não recolher impostos, as empresas reclamam que as particularidades do Brasil as obrigam a se instalar no país, o que aumenta os seus custos. Elas pedem uma definição mais clara sobre a quem pagar: União, estados ou municípios. 
 
Nacional e estrangeiro A manifestação representa um racha no setor de serviços, que tem representantes nacionais contrários à reforma, por entender que aumentará a sua tributação.
 
24 x 7 As multinacionais também alegaram que é preciso simplificar o pagamento de impostos –o Brasil é um dos campeões globais no desperdício de tempo e de pessoas na tarefa. “É preciso ter em mente que são realizadas milhares de transações diariamente com consumidores em todo o país”, escreveram as empresas no documento enviado.
 
É de casa Em seu primeiro dia como ministro, o potiguar Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) passou boa parte da manhã na casa de Rodrigo Maia (DEM-RJ), onde assistiu à palestra sobre a economia do Nordeste.
É de casa 2 Deputados discutiram a criação de um fundo de desenvolvimento, na reforma tributária, para atrair investimentos como compensação para estados que não poderão mais oferecer incentivo fiscal.
 
Galeria

Quais são os pontos discutidos sobre a reforma tributária?

Quais são os pontos discutidos sobre a reforma tributária?
Mudanças elaboradas pela equipe econômica de Paulo Guedes deve ser enviada ao Congresso

Leia mais (02/13/2020 – 02h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − seis =