Glutamina, molécula presente na carne, ajuda a combater os danos ao DNA



Outro dia aqui fiz minha campanha pré-verão contra a exposição direta ao sol, que acelera em muito o que o tempo já faz muito bem: danificar nosso DNA. Para os céticos de plantão que ainda achavam que danos ao DNA não eram lá muito problema, e talvez fossem apenas um efeito colateral dos danos que os radicais livres causam a outras partes das células que, essas sim, importam, eis a gota d?água. Camundongos mutantes tornados especialmente incapazes de reparar seu DNA envelhecem prematuramente e morrem cedo, cheios de danos acumulados nos neurônios do cérebro.
Leia mais (12/03/2019 – 02h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × cinco =