Gerente do tráfico no Morro do Acari, no Rio, é preso em Nova Lima


Um homem procurado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro foi preso na tarde dessa sexta-feira (8) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no quilômetro 554 da BR 040, em Nova Lima. De acordo com a PRF, Roberto Pacheco, 30, é apontado com um dos gerentes do tráfico no Morro do Acari, no Rio de Janeiro. 

O veículo em que ele estava, uma caminhonete Toyota SW4 da cor branca, foi abordado após os inspetores perceberem que o automóvel possuía insulfilm no para-brisa, o que é proibido de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito. Outros dois homens estavam no carro. Na abordagem, o homem apresentou documentos falsos.

“A partir da apresentação dos documentos do condutor e dos passageiros, verificou-se a suspeita de uma das identidades. Aprofundando mais a pesquisa e tendo outros dados, chegamos a identidade do Roberto Pacheco que é um traficante perigoso do Rio de Janeiro”, explicou o inspetor da PRF, Alessandro Lott.

O homem também é suspeito de ter assassinado um policial civil em junho de 2018, no Morro do Acari. Na época, o policial foi atingido por um tiro na cabeça, chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. A PRF também informou que o homem é integrante da facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP). O veículo em que ele estava ainda vai passar por perícia. Trakinas do Acari foi encaminhado ao Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Dnarc).

Fonte do link