Fora de capitais e coadjuvante em cidades-chave, PT tenta entoar discurso de que não sai derrotado da eleição



Fora das capitais, derrotado em 11 das 15 cidades no segundo turno, com menos de 40% dos votos em seis delas, coadjuvante em locais-chave (como São Paulo, Porto Alegre e Fortaleza), o PT tenta entoar o discurso de que não fracassou na eleição. Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente do partido, afirma que a legenda se recolocou em disputas relevantes e foi à final em mais municípios neste ano do que no pleito passado -foram 7 no segundo turno de 2016. Para ela, ainda há efeito da onda anti-PT, com ataques que agora foram usados até por antigos aliados. Lula, por ora, silenciou.
Leia mais (11/29/2020 – 21h43)

Fonte do link