Fora, Bolsonaro, para quê?

[ad_1]

Por estranho que pareça, o grito de guerra “Fora, Bolsonaro” é falta de agenda, como era falta de agenda o “Fora, Temer”. O governo do capitão é desastroso no varejo e no atacado. Diante de uma pandemia todas as suas ideias e iniciativas estavam erradas. Sua “nova política” aninhou-se no centrão, o Brasil virou um pária. A tragédia do Amazonas mostrou que o pelotão palaciano gosta de ficar zangado, com João Doria, com a Pfizer, com a China e com quem disser que eles não sabem trabalhar. Mesmo assim, o capitão chegou ao Planalto pela vontade de 57,8 milhões de eleitores, e a Constituição diz que pode ficar lá até o dia 1º de janeiro de 2023.
Leia mais (01/26/2021 – 23h15)

Fonte do link