Filme sobre Santos não é uma goleada com Pelé, mas tem saldo positivo



Quando Ricardo Oliveira apareceu na tela lembrando seus gols mais marcantes pelo Santos, alguém da plateia gritou: “Volta!”. Hoje no Atlético Mineiro, o atacante de 38 anos teve duas passagens pelo time do litoral paulista, a primeira em 2003 e a outra entre 2015 e 2017.
 
Em uma sessão do recém-lançado documentário “Santos de Todos os Gols” acompanhada pela Folha na segunda (22), os torcedores-espectadores voltaram a lamentar o gol perdido por Nilson na final da Copa do Brasil em 2015. Quando os letreiros subiram, a sala de cinema virou arquibancada ao som de um grito de guerra da Torcida Jovem.
Leia mais (04/24/2019 – 12h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here