Fila no Palácio das Artes é de serviço de bilheteria e não de eventos, diz FCS


Nas redes sociais, várias pessoas afirmaram que se depararam com filas no Palácio das Artes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Chegou-se a especular, inclusive, que eventos estariam ocorrendo diariamente no local. Contudo, de acordo com a assessoria de imprensa do estabelecimento, não há nenhum tipo apresentação ou solenidades realizadas no local, que está fechado devido à pandemia do coronavírus. 

As filas, porém, realmente existem, afirma o Palácio das Artes. Elas ocorrem devido à abertura da bilheteria da Fundação Clóvis Salgado (FSC), que administra o local, que funciona tanto para venda e distribuição de ingresso, quanto para devolução do dinheiro de eventos que aconteceriam no Palácio e foram cancelados ou adiados.

Os atendimentos presenciais ocorrem todas as quartas-feiras, entre 12h e 14h. “Apenas a bilheteria do Palácio está funcionando, em tempo restrito e com os devidos protocolos de segurança”, ressalta a FSC. 

Há também a possibilidade de atendimento remoto. “Pode ser feito pelo Site da FCS, seguindo o fluxograma estabelecido na aba ‘bilheteria’. Os ingressos adquiridos permanecem válidos para as novas datas agendadas, sem necessidade de troca, bastando apresentá-los na entrada dos teatros”, explica a fundação em nota.

A casa permanece fechada “nos demais dias e horários”, garante o Palácio das Artes, e toda a equipe administrativa da FCS está em teletrabalho. 

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

doze − dez =