Famílias encaram com otimismo retorno do programa BH é da Gente

A retomada do projeto BH é da Gente reuniu muitas famílias na manhã deste domingo (24) nos quatro pontos da capital mineira, onde foi realizado. A ação foi vista com otimismo por pais, que acreditam que a rua de lazer contribui para o desenvolvimento das crianças.  

Entre as avenidas que tiveram o trânsito de veículos interditado para a realização do evento, está a Silva Lobo, que foi fechada entre as ruas Xapuri e Garret, na região Oeste, para a instalação de cama elástica, pula-pula e mesa de pingue-pongue. 

Pais, mães e crianças se divertiram e celebravam o retorno da interação, como conta a pedagoga Helenice Batella, de 45 anos, que atua como professora nos anos iniciais da rede pública de Belo Horizonte e é mãe de um menino, de 5 anos. 

“Acho importante esse retorno do BH é da Gente para o desenvolvimento das crianças porque elas precisam de socialização. Elas precisam desse espaço do brincar, uma vez que, nessa pandemia, passaram muito tempo em frente à televisão. Olhando mais à frente, isso desestimula muito e prejudica o pensar. Também prejudica o processo educativo porque ele exige uma leitura e concentração. Por isso, trazer os filhos para brincar é muito importante porque estimula isso tudo”, explica Helenice. 

Questionado se a interação faz bem também para a família, a pedagoga acredita que sim. “Esse momento de convivência e interação entre pais e filhos é muito importante. Esse tempo é singular para a família. Eu entendo que a gente trabalha muito, mas é importante sair com os filhos para essa volta para a qualidade da vida da família”, afirma. 

O contador Paulo Assis, de 54 anos, que também levou a filha, de  5 anos, para aproveitar o domingo com as outras crianças, concorda que esse período fora de casa é bastante produtivo. “Acho que essa volta das atividade faz uma diferença enorme na vida delas (crianças) porque passaram um período muito grande em casa e agora precisam gastar energia e socializar”,  afirma. 

Locais onde foram realizados o BH é da Gente:

– Savassi (Centro-Sul), nos trechos de cruzamento das avenidas Getúlio Vargas e Cristóvão Colombo, Bairro Funcionários
– Avenida Guarapari (Pampulha), no trecho entre a avenida Portugal e a Rua Deputado Salim Nacur, no Bairro Santa Amélia
– Rua Araribá (Noroeste), no trecho entre as ruas Marcazita e Carmo do Rio Claro
– Avenida Silva Lobo (Oeste), no trecho entre as ruas Xapuri e Garret, nos bairros Grajaú e Nova Granada

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários