Ex-videomaker de extrema direita detalha como estimulava ódio para atrair seguidores



Em 2018, o ativista de extrema direita britânico Tommy Robinson postou um vídeo no YouTube alegando ter sido atacado por um migrante africano em Roma. A imagem em miniatura e o título de oito palavras promovendo o vídeo indicavam que Robinson teria sido agredido por um homem negro diante de uma estação ferroviária. No vídeo, Robinson desferia um soco no maxilar do homem, jogando-o ao chão.
Leia mais (04/17/2021 – 16h57)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários