Ex-ginasta, jovem da Mangueira é revelação no salto ornamental



A primeira vez em que saltou de uma plataforma de 10 metros de altura, Isaac Souza o fez rapidamente, sem pensar no que aconteceria antes de cair na água.

“Eu fui correndo e pulei em pé, só para cair reto. Mas eu lembro de não ter pensando em muita coisa, porque já tinham me falado que, se parar lá em cima e ficar pensando, o medo só aumenta, vem um bloqueio em sua mente e você não consegue saltar”, ele afirmou à Folha após uma sequência de saltos em Lima, estes bem planejados e treinados.

Aos 20 anos, ele é considerado o integrante mais promissor da equipe brasileira de saltos ornamentais nos Jogos Pan-Americanos. A modalidade fez sua estreia nesta quinta-feira (1º) e será disputada até segunda (5), quando Isaac competirá na prova individual da plataforma. Antes, nesta sexta (2), ele estreia na plataforma sincronizada masculina.
Leia mais (08/02/2019 – 02h00)

Fonte do link