EUA deveriam rejeitar falsa promessa do protecionismo

O protecionismo está de volta, acima de tudo nos Estados Unidos. As forças que o propelem são a xenofobia e a nostalgia. É possível argumentar em favor de certo grau de autossuficiência, por motivos de segurança nacional. Mas esses argumentos teriam de ser meticulosamente avaliados. Não é isso que vem acontecendo, com certeza não na gestão de Donald Trump. No entanto, embora o tom seja diferente sob Joe Biden, a realidade, infelizmente, não mudou. Pelo contrário: o protecionismo se tornou uma das poucas questões em torno das quais existe consenso bipartidário.
Leia mais (06/15/2021 – 23h15)

Fonte do link