Estaria o futuro da neurologia entre luzes e fezes?



Talvez, no futuro, a ciência ilumine literalmente os cérebros humanos. Para isso acontecer, é necessário provocar uma bem-sucedida mutação em um grupo de neurônios cerebrais. Assim estas células terão uma proteína fotossensível em suas membranas de superfície. Por fim, uma cirurgia levará fibras ópticas cérebro adentro, para que luz chegue até essas proteínas. Quando iluminadas, essas macromoléculas ativarão os neurônios em que estão acopladas, como se fossem um interruptor de células cerebrais. Essa técnica, aliás, chamada de optogenética, já se faz presente, ainda que apenas em experimentos com animais. 
Leia mais (07/26/2019 – 02h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezenove − dezesseis =