Enfermeira grávida com Covid-19 morre no Reino Unido, mas bebê é salvo


Uma enfermeira grávida morreu após contrair o coronavírus, mas seu bebê, uma menina, foi removido com sucesso do seu ventre e passa bem, informou nesta a quarta-feira (15) o hospital onde a profissional trabalhava. 

Mary Agyeiwaa Agyapong, 28 anos, que trabalhou por cinco anos como enfermeira em uma ala geral do Hospital Universitário de Luton e Dunstable, no norte de Londres, morreu no domingo. Não ficou claro se o bebê apresentou resultado positivo para a doença. 

A Fundação NHS, de Bedfordshire Hospitals, observou que Agyapong deu positivo para coronavírus em 5 de abril e dois dias depois ela foi internada no hospital onde trabalhava. 

“Com muita tristeza, posso confirmar a morte de uma de nossas enfermeiras, Mary Agyeiwaa Agyapong, que morreu no domingo”, disse David Carter, diretor-executivo da fundação. “Nossos pensamentos e nossas mais profundas condolências são para sua família e amigos de Maria, neste momento triste”, acrescentou. 

O anúncio do falecimento ocorreu em meio a uma feroz controvérsia sobre a falta de equipamentos de proteção para os profissionais de saúde que se encontram na linha de frente do Reino Unido durante essa crise de saúde.

Fonte do link