Enfermeira grávida com Covid-19 morre no Reino Unido, mas bebê é salvo


Uma enfermeira grávida morreu após contrair o coronavírus, mas seu bebê, uma menina, foi removido com sucesso do seu ventre e passa bem, informou nesta a quarta-feira (15) o hospital onde a profissional trabalhava. 

Mary Agyeiwaa Agyapong, 28 anos, que trabalhou por cinco anos como enfermeira em uma ala geral do Hospital Universitário de Luton e Dunstable, no norte de Londres, morreu no domingo. Não ficou claro se o bebê apresentou resultado positivo para a doença. 

A Fundação NHS, de Bedfordshire Hospitals, observou que Agyapong deu positivo para coronavírus em 5 de abril e dois dias depois ela foi internada no hospital onde trabalhava. 

“Com muita tristeza, posso confirmar a morte de uma de nossas enfermeiras, Mary Agyeiwaa Agyapong, que morreu no domingo”, disse David Carter, diretor-executivo da fundação. “Nossos pensamentos e nossas mais profundas condolências são para sua família e amigos de Maria, neste momento triste”, acrescentou. 

O anúncio do falecimento ocorreu em meio a uma feroz controvérsia sobre a falta de equipamentos de proteção para os profissionais de saúde que se encontram na linha de frente do Reino Unido durante essa crise de saúde.

Fonte do link

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezenove + 1 =