Enderson exalta poder de reação do Cruzeiro e vitória para não 'iludir' o grupo


Após a vitória sofrida sobre o Botafogo-SP por 2 a 1, logo na estreia do Cruzeiro na Série B, o técnico Enderson Moreira valorizou o poder de reação de sua equipe. A Raposa sofreu um gol aos 40 min da etapa final, finalização de Wellington Tanque que deixou o placar em igualdade. Mas dois minutos depois, após jogada de Welliton na esquerda, o veterano Jean colocou o Cruzeiro à frente no placar, dando a vitória no Mineirão. Foi a quarta vitória do comandante à frente do time estrelado em quatro jogos. 

Enderson apontou em sua avaliação que já projetava dificuldades, uma rotina que deverá ser uma constante durante a disputa da Série B. Mas que coube ao time ter a perspicácia de uma resposta rápida ao desafio que se colocou nos minutos finais de jogo. 

“(A vitória foi) Dentro daquilo que a gente sabe que vai ser a competição. Foi uma equipe (Botafogo-SP) agora que fez uma semifinal com o Red Bull Bragantino que, com certeza, é um time muito qualificado para a Série A do Brasileiro, e perdeu nos pênaltis essa semifinal do Troféu do Interior, vem de uma arrancada nos últimos jogos do Campeonato Paulista, e possui um grupo muito competitivo, difícil de jogar contra. É claro que tivemos momentos bons e coisas que precisam ser acertadas, mas eu acho que a postura da equipe (…), acima de tudo, guerreou até o final”, analisou o treinador.

Para Enderson, uma vitória com outro placar poderia trazer a falsa ilusão de facilidade logo em um primeiro passo no torneio nacional. Ter logo esse baque fez o time enxergar as dificuldades. 

“A gente sofreu um gol quando normalmente acabamos sentindo muito, e às vezes acaba não conseguindo reagir. Então o poder de reação dessa equipe foi fantástico, de tentar jogadas, de tentar buscar a vitória dentro daquilo que esperávamos de uma competição difícil. Talvez se a gente tivese ganhado o jogo com um placar diferente, poderíamos ficar iludidos em cima de uma competição que é muito complicada, os adversários são bem preparados. A gente precisa comemorar esse resultado, saber que estamos em um início de uma trajetória e só os jogos vão fazer com que ganhemos mais confiança, bagagem, que possamos nos qualificar ainda mais. E o jogo é onde medimos essas coisas. Vamos avaliar bem, coisas boas, coisas que não foram muito boas e continuar a nossa sequência de jogos”, acrescentou Enderson Moreira. 

O técnico reforçou seu pensamento sobre o comportamento do grupo, além de apontar a proposta de jogo estabelecida pelo adversário, outro ponto dificultador. 

“Eu costumo falar que uma equipe fica preparada para a competição a medida que ela sofre em determinados momentos alguns baques, e consegue reagir em cima disso. Então foi muito importante essa questão de tomarmos um gol aos 40 min do 2ºT e conseguir dar uma resposta rápida diante de um adversário que, claro, veio com propósito de poder empatar o jogo, segurar de todas as formas, iam jogar pela bola de contra-ataque, por uma bola parada. Então temos que enaltecer esse espírito. Acho que a equipe competiu muito durante todo o jogo, é uma equipe que correu, que disputou e precisamos desse lado competitivo. É uma competição que cobra isso de todos. São equipes que se dedicam muito e início de torneio estão todos com o interesse de buscar essas quatro vagas”, pontuou o treinador.

O Cruzeiro se prepara para voltar a campo na próxima terça-feira, quando vai até Campinas, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, para encarar o Guarani. A partida será às 20h30. 

“A gente sabia da dificuldade, como nós teremos um jogo muito difícil em Campinas, contra o Guarani, e é passo a passo, ter tranquilidade. Vamos passar por momentos de dificuldades como foi hoje, mas o mais importante é a resposta que vamos dar diante dessas situações”, finalizou Enderson Moreira.

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete + catorze =