Em meio a crise hídrica, Rodrigo Pacheco critica gestor do sistema elétrico

Em meio ao avanço da crise hídrica no setor elétrico, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, começou a se posicionar sobre as medidas que devem comprometer o nível de reservatórios como a represa de Furnas, em seu estado. Nesta sexta (28), fez duras críticas ao ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), órgão que faz a gestão do sistema no país.

Para o senador, o ONS se apoderou das águas brasileiras para um propósito único de geração de energia, o que ele considera uma política energética sem criatividade e sem planos de longo prazo, reduzindo os níveis de água e sacrificando atividades como abastecimento, turismo, navegação, piscicultura, agropecuária e meio ambiente.
Leia mais (05/28/2021 – 13h31)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários