Em disputa entre cinemas e streaming, presidente de cadeia de salas culpa Netflix



O presidente-executivo da Cineworld -segunda maior rede de cinemas do mundo- acusou a Netflix de levar “O Irlandês”, de Martin Scorsese, a arrecadar bilheterias “insignificantes”, por a companhia ter lançado o filme em seu serviço de streaming depois de um período curto de exibição nas salas de cinema.

Mooky Greidinger disse que o serviço de streaming americano, que financiou o filme do cineasta premiado com o Oscar, colocou “O Irlandês” nas salas de cinema em 1º de novembro nos Estados Unidos e em 8 de novembro no Reino Unido, e lançou o filme online em 27 de novembro.
Leia mais (12/26/2019 – 16h18)

Fonte do link