Educação, crescimento e igualdade



Na coluna anterior argumentei que as reformas que impulsionarão o crescimento também reduzirão pobreza e desigualdade. A educação tem papel central, por seu impacto na produtividade e na 
igualdade de oportunidade.

Houve forte aumento das despesas com educação desde o início do século. A despesa não financeira do MEC na função educação mais que triplicou em termos reais, de R$ 31 bilhões em 2004 para R$ 111 bilhões em 2018 (em valores de 2018). Um aumento de 7,1% ao ano!

Some-se a isso o subsídio nos financiamentos do Fies, que chegou a R$ 11,4 bilhões em 2016.
Leia mais (07/06/2019 – 02h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here