Domínio do Flamengo é o começo do fim do futebol brasileiro



O Flamengo sobrou em 2019. Foi campeão da Libertadores e venceu o Brasileiro com quatro rodadas de antecedência. A superioridade do time rubro-negro não tem paralelo na história de nosso futebol. Nunca se viu uma disputa tão desequilibrada.

Mas esse desequilíbrio era só questão de tempo. Quem acompanha os bastidores de nosso futebol sabe que isso é resultado, em grande parte, de uma estratégia financeira iniciada há menos de uma década pelo Grupo Globo, detentor dos direitos de transmissão do Nacional. A emissora vem, ano a ano, desequilibrando as cotas de TV dos times.

Em 2011, cinco times da série A (Flamengo, Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Vasco) recebiam as cotas máximas, de R$ 40 milhões (em valores corrigidos pela inflação). Na parte de baixo da tabela de pagamentos, os times recebiam R$ 20,8 milhões. 
Leia mais (11/25/2019 – 17h52)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 + 5 =