Documentário sobre fotógrafo brasileiro perde chance de desvendar razão de cobrir guerras



De todas as perguntas sobre o trabalho de um jornalista especializado na cobertura de guerras, a menos importante sempre me pareceu ser a do por quê. Por que alguém sai de casa para testemunhar, na linha de tiro, um conflito que não é de seu povo, muito menos seu? Haverá tantas respostas quanto houver pessoas. Ou, dito de outra forma, só o divã do analista trará respostas honestas. Assim, as perguntas “para que cobrir guerras” e “como fazê-lo” sempre me pareceram muito mais relevantes.

Vem daí minha implicância com o documentário “Você Não É um Soldado”, sobre a trajetória do premiado fotógrafo brasileiro André Liohn. Dirigido por Maria Carolina Telles, que já assinou “A Verdade da Mentira”, sobre a era das fake news, o filme se declara preocupado, antes de tudo, com as razões que levam alguém a desejar estar num campo de batalha.
Leia mais (07/02/2021 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários