Djokovic usa velocidade para superar domínio de Federer e Nadal



Ao bater o suíço Roger Federer na mais longa final de Wimbledon, no último domingo (14), o sérvio Novak Djokovic, número um do ranking mundial, fez mais do que impedir o 21º título do rival em torneios do Grand Slam. Ele deu mais uma razão para figurar entre os três gigantes do tênis atual.

Na percepção da maioria dos entusiastas do esporte, Federer e o espanhol Rafael Nadal parecem ser de outro planeta. Tenistas fantásticos que já protagonizaram batalhas inesquecíveis nas quadras. Djokovic é frequentemente relegado a um degrau abaixo da dupla. Bem pouco abaixo, talvez, mas essa opinião está sendo demolida sistematicamente pelos números.
Leia mais (07/19/2019 – 13h56)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 1 =