Distribuidores de produtos de saúde dizem que queda de cirurgia eletiva também impacta fornecimento

A queda de braço entre os planos de saúde, que querem estimular a redução de procedimentos eletivos por causa do agravamento da pandemia, e os hospitais, que resistem, ganhou um novo lado, o dos fornecedores de materiais para os tratamentos. Importadores e distribuidores de produtos de saúde dizem que o setor também vem sendo impactado.

Segundo a Abraidi (associação do setor), os procedimentos que levam seus produtos, como cirurgias cardiovasculares, registram queda superior a 17% no sistema público por causa da pandemia em 2020. Há preocupação com o momento pós-pandemia, que deve gerar um estouro de demanda na volta.

Outros procedimentos que utilizam insumos do setor também tiveram queda, como as cirurgias do aparelho circulatório, em torno de 10%, e endovasculares, de quase 6%, segundo a Abraidi.
Leia mais (03/29/2021 – 12h10)

Fonte do link