Detenção de Gabigol em cassino na pandemia estimula nova pressão para legalizar jogos de azar

A fiscalização deste final de semana que encontrou o jogador do Flamengo Gabigol e o funkeiro MC Gui em um cassino de luxo em bairro nobre de São Paulo foi vista entre setores que defendem a legalização dos jogos de azar como uma oportunidade de retomar a discussão do assunto no país. A argumentação é que, se o estabelecimento não fosse clandestino, ele estaria fechado, obedecendo as medidas de restrição de circulação para conter o coronavírus.

Para Magno José Sousa, presidente do IJL (Instituto Brasileiro Jogo Legal), ver um caso desses no momento mais grave da pandemia é emblemático porque ilustra como a atividade mantida na ilegalidade desprotege o cidadão.
Leia mais (03/14/2021 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários