Defensoria Pública do Rio pede desconto de 30% sobre mensalidade de universidades



A Defensoria Pública do Rio de Janeiro entrou na Justiça com um pedido de desconto de 30% sobre as mensalidades de quatro universidades do estado. A redução valeria desde março até o fim das medidas de distanciamento social impostas para frear a disseminação do novo coronavírus.

As universidades citadas no pedido foram a Veiga de Almeida, a Estácio de Sá, a Souza Marques e a Unigranrio. Na peça, a Defensoria também demanda que os estabelecimentos de ensino sejam obrigados a fornecer balanço de receitas e despesas desde o início da pandemia, quando as aulas presenciais foram suspensas.

“Não se sabe até quando irá a suspensão das atividades presenciais (…), o que acaba por ensejar também redução de suas despesas operacionais, como água, luz, serviço e materiais de limpeza, custo de manutenção, transporte de funcionários”, afirma a defensora pública Patricia Cardoso.

Segundo levantamento da Defensoria, 46,8% dos estudantes da rede de ensino particular contam com algum tipo de financiamento ou bolsa e integram famílias diretamente atingidas pela crise econômica gerada pela pandemia.
Leia mais (05/18/2020 – 16h08)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete + dez =