De geração em geração



Li, recentemente, o magnífico texto de Albert Cohen "Le livre de ma mère" (O livro de minha mãe, em tradução livre), em que o consagrado escritor greco-suíço relembra, de forma poética, embora em prosa, a vida de sua mãe, uma imigrante grega que teve dificuldades de se adaptar na cidade em que viveu, Marselha, mas que o marcou profundamente, por seu amor incondicional e, em particular, pelas histórias que dela ouvira sobre o "gueto" na terra natal de ambos, a ilha de Corfu.
Leia mais (01/14/2021 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários