Dados de 700 milhões de membros do LinkedIn estão à venda, diz site



O site americano de segurança Restore Privacy publicou nesta terça-feira (29) que dados pessoais de 700 milhões de usuários do LinkedIn estão à venda em fóruns ilegais da internet. A Restore diz que se trata do maior vazamento da história do LinkedIn.
Leia mais (06/29/2021 – 22h42)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários