Curso prático para produzir uma tragédia educacional

0
2
Gostou do post?



Às vezes, basta puxar um papo. Todos os caixas do mercado em que faço compras, perto de casa, não completaram o ensino médio. Alguns estão na EJA (Educação de Jovens e Adultos), modalidade que já teve o nome de supletivo num passado recente, destinada a educar pessoas que não conseguiram terminar o ensino básico. No caminho para a Nova Escola, entre o ponto de ônibus no qual desembarco e a nossa sede, sempre encontro um jovem ou adolescente entregando papel de alguma loja ou promoção. Quando pego, tento puxar papo. Quando sou bem-sucedido, a resposta é sempre a mesma. Ou a pessoa abandonou a escola ou está prestes a deixá-la.
Leia mais (05/08/2019 – 02h00)

Fonte do link

Comentários no Facebook