Cuidar da vida: crise ecossocial e horizontes de futuro



A pandemia escancarou algo que cientistas, movimentos sociais, organizações internacionais e diversos atores políticos levam anos alertando: o planeta está brutalmente ferido e, com ele, nós também, individualmente e como humanidade. A situação é dramática e sentimos em nossos corpos a profunda vulnerabilidade diante dos efeitos da perda de biodiversidade, do esgotamento dos recursos materiais e energéticos e da mudança climática. Os limites ecossistêmicos foram ultrapassados pela acumulação e espoliação sem limites do capitalismo e, por isso, um dos aspectos centrais dos debates sobre o futuro tem a ver exatamente com como nos relacionamos com a natureza.
Leia mais (07/01/2020 – 12h48)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 3 =