Cracker de Uberlândia que teria invadido sites do governo de Minas é preso


Suspeito de invadir sites dos governos de Minas Gerais e Goiás e ainda páginas do Exército Brasileiro, um cracker – denominação usada para caracterizar aqueles que quebram sistemas de segurança – acabou preso pela Polícia Civil em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Quem deu a notícia da captura do criminoso foi o governador Romeu Zema (Novo) através de um vídeo publicado em seu perfil oficial no Twitter nessa segunda-feira (25). Na gravação, ele aparece ao lado de Wagner Pinto, chefe da Polícia Civil de Minas Gerias, que dá alguns detalhes a respeito da investigação. 

“O objetivo da Polícia Civil é mostrar que nós não trabalhamos simplesmente com a criminalidade violenta no todo. Trabalhamos também com pessoas voltadas aos crimes cibernéticos. São crimes de extrema relevância, importância”, comenta o investigador.

Segundo ele, agora a instituição está a cargo de verificar quais os objetivos do cracker, que não teve sua identidade divulgada, ao buscar os dados oficiais dos sites por ele invadidos e qual seria o destino das informações coletadas. 

Comemoração

Na rápida gravação publicada em seu perfil oficial, Romeu Zema celebra a atuação rápida dos agentes e aponta sua preocupação com os estragos que invasores podem causar ao invadir os sistemas das instituições públicas. “Mais uma vez, a Polícia Civil deixou claro que esse tipo de crime não vai ficar impune aqui em Minas Gerais. A Polícia Civil vai atrás de bandido armado e de bandido cibernético, não fica parada”, conclui. 



Fonte do link