Covid-19: MG confirma 141 mortes em 24 horas, e número de óbitos chega a 5.505

Cinco mil, quinhentas e cinco pessoas morreram em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus em Minas Gerais até esta manhã de quarta-feira (2). O dado pertence ao relatório diário publicado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

Além de apontar que o Estado ultrapassou a marca de 5.500 óbitos pela doença, o documento indica que mais de 222 mil mineiros receberam diagnóstico positivo para Covid-19 nos últimos seis meses – sendo que o primeiro caso constatado ocorreu no começo de março. Cerca de 3.200 casos foram confirmados pelo órgão estadual apenas nas últimas 24 horas, contadas entre terça-feira (1º) e esta manhã. Em relação às mortes, o relatório indica que 141 óbitos receberam confirmação no mesmo período – uma média de 5,8 mortes registradas por hora.

Um dado contido no documento e que destaca a expansão da pandemia da Covid-19 para municípios do interior de Minas Gerais é a quantidade de cidades que têm pelo menos um morador diagnosticado com coronavírus ou uma morte ocorrida em função da doença. Segundo a estatística da SES, 838 municípios mineiros têm casos de Covid-19, o que representa cerca de 98% das cidades existentes no Estado. Ou seja, apenas 15 municípios ainda não entraram na lista.

Em fase de retomada econômica, a capital Belo Horizonte concentra a maior quantidade de infectados e óbitos pela Covid-19. O relatório indica que 33.118 moradores de BH receberam diagnóstico positivo para o novo coronavírus, e 1.003 residentes morreram pela enfermidade – ainda nessa terça-feira (1º) a cidade ultrapassou a marca de mil mortes.

Cidades da região metropolitana, como Contagem, também concentram índices consideráveis referentes à pandemia. São 7.026 moradores infectados nesse município e 284 óbitos. Uberlândia, no Triângulo Mineiro, por sua vez, é a segunda cidade do Estado com a maior concentração de casos confirmados. Mais de 19,8 mil de seus moradores contraíram a infecção. Quatrocentos e seis morreram.

SIM-P

Onze crianças em Minas Gerais receberam diagnóstico de SIM-P. A sigla refere-se a uma síndrome inflamatória que acomete pacientes pediátricos e que está sendo associada à Covid-19. Quatro desses casos foram registrados em Belo Horizonte, dois em Contagem, um em Betim e os outros em Oliveira, São Gotardo, Sarzedo e Uberlândia. Não há mortes causadas pela síndrome no Estado.

Fonte do link