Coronavírus: Minas Gerais registra 17 mortes em 24h, e são mais de 398 mil casos


O Estado de Minas Gerais aproxima-se a cada dia da marca de 400 mil infectados com a Covid-19, e o número poderá, aliás, ser atingido nas próximas horas. Balanço epidemiológico da Secretaria de Saúde (SES-MG) revela que são 398.014 diagnósticos da doença registrados até esta segunda-feira (23), sendo que 1.081 receberam confirmação apenas nas últimas 24 horas – contadas a partir da manhã de domingo (22), uma média de 45 mineiros que descobriram-se com a infecção a cada hora.

O número de óbitos também subiu no período de tempo indicado e, de acordo com o relatório, entraram 17 mortes para a lista. Quantidade de mortos pulou para 9.794 com o acréscimo.

Estes óbitos separam-se em 669 municípios mineiros que, até esta segunda-feira, perderam moradores em decorrência de complicações ligadas à Covid-19. O índice de letalidade do coronavírus está em 2,5% em Minas Gerais, sendo que a média de idade entre aqueles que perderam a vida para a doença é de 71 anos.

Estima-se, segundo balanço da Secretaria, que cerca de 80% das pessoas que morreram tinham mais de 60 anos de idade, e em 75% das fatalidades foi constatada presença de comorbidades anteriores, sendo as doenças do coração as mais comuns entre elas.

Belo Horizonte responde pela maior concentração de óbitos em um único município, uma vez que foram registrados 1.618 na cidade apenas de março para cá. O número de moradores da capital mineira que se infectaram com a Covid-19 também é elevado, e são mais de 51 mil diagnosticados até esta segunda.

À contramão está Cedro do Abaeté, única cidade do país sem casos do novo coronavírus. O município da Zona da Mata, com população estimada de 1.500 habitantes pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), resiste à pandemia do novo coronavírus mesmo após oito meses de avanço da infecção por regiões mais interioranas de Minas Gerais.

Fonte do link