Coronavírus: 1.242 mineiros estão na fila por um leito de enfermaria, diz Zema


Há sete dias, o Estado de Minas Gerais percebe rápido crescimento nos números de mineiros infectados com o coronavírus e mortes por complicações ligadas à Covid-19. Apenas na quarta-feira (24), 714 moradores da região estavam na fila à espera da liberação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e drama repete-se também em relação à extensão da fila por leitos de enfermaria Covid-19 em Minas Gerais.

Em tuíte recém-publicado, o governador Romeu Zema (Novo) indicou que 1.242 pessoas aguardam vagas em enfermarias mineiras. “Estamos acompanhando um aumento rápido de pacientes em estado grave”, afirmou em pedido para que município façam adesão à onda roxa do programa Minas Consciente – etapa mais restritiva para controle da pandemia de coronavírus.

Em gráficos ligados à publicação nas redes sociais, o governador indicou que apenas entre a última quarta-feira (17) e esta foi registrado um aumento de 6,98% no número de óbitos constatados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) – à manhã de hoje, Minas Gerais registrou recorde de mortes em 24 horas, com 374 registros no período.

À data, Estado também detectou recorde de casos de um dia para o outro, uma vez que foram 13.796 diagnósticos confirmados de Covid-19 entre terça-feira (23) e quarta-feira. Igualmente segundo Zema, órgão de saúde detectou aumento de 6,27% no número de infectados com coronavírus na última semana.

Balanço epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (24) revela que Minas Gerais atingiu a marca de 1.053.994 casos de coronavírus, e 22.497 mortes pela doença.



Fonte do link

Compartilhe: