Conselho decide manter cassação de registro médico de Doutor Bumbum

0
2
Gostou do post?



O Conselho Federal de Medicina decidiu a favor da cassação do registro profissional do médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido nas redes sociais como Doutor Bumbum e acusado pela morte da bancária Lilian Calixto, 46, após procedimento estético no Rio de Janeiro.

A avaliação ocorreu em processo aberto em 2016 no CRM-DF (Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal), e remetido à autarquia federal no ano passado.

Com isso, Furtado ficará definitivamente impedido de exercer a profissão em todo o país. Essa é a última etapa do processo –não cabe recurso da medida no âmbito dos conselhos. 

A decisão foi publicada em acórdão no Diário Oficial da União da última terça-feira (30). 

À Folha, o CRM-DF confirmou ter recebido a decisão a favor da cassação do registro, mas disse que não poderia comentar detalhes do caso que levou à análise por questões de sigilo.
Leia mais (05/03/2019 – 19h05)

Fonte do link

Comentários no Facebook